Clube do Livro: O Corpo dela e Outras Farras

Assim que pensei na criação do blog e nos assuntos que queria falar, livros imediatamente me vieram a cabeça. Adoro ler. Tem épocas que consigo menos do que gostaria, mas ultimamente tenho tirado um tempo (afinal são literalmente tantas coisas nos chamando de todos os lados) para me dedicar a um livro e uma aventura nova.

Mas eu não queria fazer uma simples resenha e colocar uma pontuação de estrelas. Invés disso, prefiro fazer um convite. Eu estou atualmente no meio do livro O Corpo dela e Outras Farras de Carmen Maria Machado, que sugiro seja o primeiro do NOSSO Clube do Livro.

Carmen Maria Machado já foi publicada pela New Yorker, NPR, Best Women’s Erotica, Tin House, Guernica, Eletric Literature entre outros. Americana, filha de imigrantes latinos, foi finalista do Natinal Book Award por seu trabalho em O Corpo dela e Outras Farras.

Envolvente e extremamente bem construído. Uma narrativa que vai amarrando cenários, pontos, parágrafos e te enlaça no meio de tudo. 
Seja no primeiro conto, o ótimo “O Ponto do Marido”, onde além de nos enredar no seu rico universo de fábulas e histórias sobre noivas(temos que concordar que historicamente falando elas sempre se dão mal), casais que fizeram a escolha errada na beira de um rio, armas afiadas escondidas em doces de Halloween, ela narra sobre o desejo e a entrega em uma relação. Passando pela cumplicidade na formação de uma família, mas lembrando da importância de se ter algo só seu, mesmo que a outra pessoa não entenda. Dos limites que muitas vezes deixamos se perderem e com isso nos perdemos no caminho. 
“Inventário” é uma lista sincera que fala sobre os encontros sexuais da personagem, detalhando os que foram mais gentis, desconcertantes, com homens, mulheres, ambos; o nível de lembrança e impressão que deixaram, a intimidade, o perigo em certos casos, a intimidade conquistada, a tristeza ou decepção, corações partidos, enfim. Uma lista de quem viveu e está colocando tudo em ordem. A pergunta que fica no ar aqui, mas o livro responde é o motivo…
“Mães” me pegou de surpresa. Quando ela diz “eu te amo e não vou te machucar”, mas afirma que ambos são mentiras, e está dizendo aquilo apenas numa tentativa de acalmar o bebê e a si mesma, reconhecendo a distância entre as duas… me peguei torcendo por elas. E a cada grito, cada noite mal dormida, cada dificuldade, cada vez que o tempo passou e foi mais rápido, eu devorei as linhas sobre a vida da Mara, que deixou de ser só “a bebê” e ganhou, enfim, um nome. E que bonito, a cumplicidade, a força, o amor presente em cada uma dessas linhas.  Sim, uma história sobre amar para caralho alguém que você acaba de conhecer. Sobre ser mãe ou mães, e tudo o que isso significa. Real, forte, de dar nó no peito, colocar sorriso no rosto e no canto do olho. Emocionante. 

Moderno, honesto, prazeroso, acredito no poder do livro de Carmen e faço um convite para que se juntem à mim. Me digam o que acham deste e dos outros trabalhos dela. Se tem alguma sugestão para o Clube do Livro do mês que vem. Estou sempre disposta e ansiosa para ouvir!

E fica a pergunta, qual o último livro que você leu?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s